Lógica quântica da atração

Publicado por Gisele Chiappim em

O Life Coaching se baseia no princípio da atração. A teoria das cordas explica que nossa energia possui pequeninos filamentos de luz. Se um núcleo tivesse o tamanho de uma bola de futebol, o eletron mais próximo estaria a cerca de dois quilômetros de distância. Neste espaço, existem os NEUTRINOS, que são partículas, que ao passarem por nós, carregam-se de nossa energia e liberam-nas para o mundo. A transmissão é como uma onda de rádio e como tal irá procurar outras nas mesmas frequencias. Algumas irão bater, outras não. Não há certo ou errado.

Quer saber que tipo de frequencia tem? Veja as pessoas que atrai. Isso é sincronicidade.

MUDANDO A FREQUENCIA

Nossa frequencia é a soma matemática do que você pensamos e agimos. Se atraiu é por que tem a ver com você. Então é preciso mudar a forma de agir e pensar para atrair outra frequencia.

Mas que competências precisam ser desenvolvidas? É preciso compreender a responsabilidade energética que atrai de forma EFICIENTE o que você é!

REGRA NÚMERO 01

Você não engana a lógica quântica da atração. Se transmitir carência irá atrair pessoas carentes. Isso inclui situações e até clientes.

REGRA NÚMERO 02

Você atrai não aquilo que você quer, você atrai aquilo que você transmite!

Possivelmente irá atrair o que não quer por que se comporta e crê o que não gosta. Se “sente” que não tem, continua atraindo que não tem.

A EXTREMA RESPONSABILIDADE DO PENSAR

Os pensamentos são viciados, por isso as mudanças são difíceis. Se quer felicidade ou prosperidade, mergulhe e vivencie e a lei da atração fará o resto. Saia do automatismo e preste atenção no que está pensando para certificar-se que de fato não está desejando algo oposto do que está transmitindo. Isso se chama incongruência!

Quem você precisa se tornar para atrair o que você quer?

Abraços,

Gisele

Categorias: Geral

Gisele Chiappim

Consultora de RH e Coach com certificação internacional em Coaching Integrado pelo Integrated Coaching Institute, graduada em Psicologia e Gestão de Recursos Humanos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido
%d blogueiros gostam disto: